sexta-feira, 30 de setembro de 2011

A Dança e o nosso Bem estar

Agorinha, quando estava fazendo a minha unha, estive assistindo o programa Bem Estar, na globo, nunca o vejo mas hoje parei e assiti: falaram da Dança e seus benefícios para o nosso corpo e mente.

Uma matéria e um programa bem interessantes, uma pena não terem falado da dança do ventre... mas o foco deles foi a dança em academia, e não aquela que necessita de estudo, dedicação, persistência e etc.

O que valia é mexer, se divertir, se envolver com a música, ficar em forma e queimar as calorias. E claro... a higienização mental que toda atividade física faz.

Dançar também é isso: uma atividade física que emagrece, relaxa e tonifica.

No programa deram várias dicas de passos, sequências, tipos de danças para a pessoa fazer e os seus benefícios, como isso acontece e ajuda no seu bem estar.

Porém todas nós que trabalhamos com isso sabemos que dançar é muito mais que Lady Gaga, A Single Lady, e etc.

O link para o programa: Bem Estar - http://g1.globo.com/bemestar/

E um pouquinho da matéria:


30/09/2011 10h22 - Atualizado em 30/09/2011 10h22

Dançar trabalha os músculos e melhora ritmo, agilidade e equilíbrio

Programa desta sexta teve DJ, Beyoncé do Pará e professoras de dança.
Confira as dicas com coréografo de Beyoncé Knowles e Rihanna.


Dançar não é simplesmente mexer pernas e braços e se deixar levar pela música. É uma atividade física que trabalha os músculos, permite a socialização das pessoas e melhora habilidades como ritmo, agilidade e equilíbrio. Isso sem contar nos ganhos para a autoestima e a sensualidade.
Nesta sexta-feira (30), dia de exercício físico no Bem Estar, estiveram presentes a DJ Giselle Galvão, as professoras de dança Patricia Beires e Simone Sant'Anna e a “Beyoncé do Pará”, Gaby Amarantos, que canta o hit “Hoje eu tô solteira”.




20/05/2011 10h37 - Atualizado em 20/05/2011 16h58

Benefícios da dança para o corpo e a saúde são destaque no Bem Estar

Fisiologista Isabel Chateaubriand e seis professores estiveram no estúdio.
Consciência corporal e características de cada modalidade foram tema.


Os prazeres e benefícios da dança foram assunto do Bem Estar desta sexta-feira (20), dia de atividade física no programa. A fisiologista Isabel Chateaubriand, médica que cuida das funções gerais do organismo, e seis professores de dança estiveram no estúdio para falar de consciência corporal e destacar as características e os atributos de modalidades como forró, tango, street dance, gafieira e samba rock.
A repórter Marina Araújo foi até uma escola de São Paulo para conversar com adolescentes que trocaram as aulas de educação física pela dança – e aprovaram. Os estudantes não gostavam de esportes e viram nessa prática uma forma de se exercitar e também de obter uma nota melhor. Equilíbrio, disciplina, coordenação, postura e desenvoltura são alguns dos resultados das classes de dança.

É uma forma de mostrar como é importante dançar e como faz bem para o nosso corpo e mente. Isso dá uma valorização para o nosso trabalho, de qualquer forma, é positivo.
Vamos dançar? Vamos praticar?
Para quem quiser ver os vídeos e as matérias na íntegra, lá vai o link:

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Valeu Professor 2011


Vamos repetir a dose, eu e o Fernando Herrmann vamos nos apresentar no "Valeu Professor", um evento promovido pela Prefeitura de SP para os professores artistas.

Eu numa performance contemporânea e ele no piano

Será no dia 7 de outubro no Mercadão Municipal.

Mais informações no site: Valeu Professor

domingo, 18 de setembro de 2011

Dança do ventre ou dança oriental

Já li alguns posts sobre esse assunto, inclusive no blog da Esmeralda, e a entrevista do Gamal Seif feita pela da Vera, no qual ele não falou uma vez Dança do ventre e sim Oriental Dance.


Não há como não refletir sobre isso. De uns tempos pra cá já havia percebido tais termos: Dança Árabe, Dança Oriental e muitas vezes nos esquecemos que o Oriente Médio fica na parte Oriental do Globo, pois... há pessoas que ainda pensam que oriente é Japão, China, Índia... esquecem que até Austrália faz parte do oriente.

O termo dança do ventre veio da tradução Racks el Chark, que significa Dança do Leste, local onde o sol nasce (fonte Khan el Khalili), como não há nenhum sentido para nós esses termos, aceitamos a nomenclatura dos americanos e dos franceses.


Os americanos traduziram para Bellydance (dança da barriga) e os franceses reforçaram esse nome, porque “a bailarina mexia o estômago e o quadril de forma voluptuosa, ao som de ritmos orientais”.


Mas quem pratica sabe que ela mexe com o nosso corpo inteiro, para haver shimies precisa ter um trabalho de pernas, para haver harmonia há uma necessidade de ter uma postura, leitura musical, alongamento e um trabalho de braços.


Assim, a dança do ventre é uma dança completa que trabalha e exercita o corpo inteiro, dessa forma, na minha humilde opinião deve ser considerada como uma Dança Oriental.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Vem por ai...

"A Natureza em Dança"

O espetáculo de dança do Zahira Estúdio de Dança, com coreografias baseadas nos 4 elementos da natureza.

Os ensaios estão a todo vapor e com certeza será maravilhoso!


quinta-feira, 8 de setembro de 2011

momentos


Você Já me Esqueceu

Vem,
Você bem sabe que aqui é o seu lugar
E, sem você, consigo apenas compreender
Que sua ausência faz a noite se alongar
Vem,
Há tanta coisa que eu preciso lhe dizer
Quando o desejo que me queima se acalmar
Preciso de você para viver
É noite, amor
E o frio entrou no quarto que foi seu e meu
Pela janela aberta onde eu me debrucei
Na espera inútil e você não apareceu
Você já me esqueceu
E eu não vejo um jeito de fazer você lembrar
De tantas vezes que eu ouvi você dizer
Que eu era tudo pra você
Você já me esqueceu
E a madrugada fria agora vem dizer
Que eu já não passo de nada pra você
Você já me esqueceu
Você já me esqueceu
Você já me esqueceu
É noite, amor
E o frio entrou no quarto que foi seu e meu
Pela janela aberta onde eu me debrucei
Na espera inútil e você não apareceu
Você já me esqueceu
E eu não vejo um jeito de fazer você lembrar
De tantas vezes que eu ouvi você dizer
Que eu era tudo pra você
Você já me esqueceu
E a madrugada fria agora vem dizer
Que eu já não passo de nada pra você
Você já me esqueceu
Você já me esqueceu
Você já me esqueceu
Você não veio amor
Você já me esqueceu.

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Minhas alunas no BD Bights

Dançamos na última edição do Belly Dance Nights, dia 28/8, e finalmente levei um grupo de alunas para se apresentarem. Apenas uma já havia dançado em público, para as demais foi a primeira vez, porém eu já sabia que ia dar tudo certo e nem pareceu que foi a primeira apresentação delas.

Só posso parabenizá-las, fizemos um trabalho em conjunto, elas de dedicaram, ensaiaram e estudaram em casa, e assim é claro que só poderia dar tudo certo. As expressões melhoraram, não deu para perceber o nervosismo e nem as preocupações.

E também aproveito para agradecer a presença das outras alunas, que dessa vez não se apresentaram mas foram prestigiar as amigas e a mim. E também a Patrícia Bencardini, que organiza esse super sarau democrático da arte e dança, vocês nem imaginam como o clima é gostoso e como é bom dançar nele. Isso é difícil né? Porém tô vendo que muitas bailarinas estão fazendo a diferença no nosso meio!

Foi a primeira de muitas meninas: aguardem. E o vídeo esta ai para quem quiser conferir.

video