quarta-feira, 10 de outubro de 2012

As mulheres da Dança do Ventre

Não sei porque tem gente que nos acham futeis? Pois é, basta falar que você é uma profissional da dança do ventre para as bailarinas de outras áreas torcerem o nariz.
Não sei porque... juro que não sei... será que somos vistas como "Dança só isso?", É tão fácil", "Mais uma que vende o corpo feminino"...



Não entendo, porque nós da dança do ventre fazemos movimentos que não são todas que conseguem, nem com muito treino.
Nós somos fortes e decididas, gostamos sim de estarmos bonitas, lindas, com o corpo em dia, maquiadas e fazemos gosto de sermos femininas - E isso não significa que somos futeis, vazias ou submissas.

Pelo contrário, as bailarinas de dança do ventre são decididas, delicadas sem deixar de serem fortes, possuem uma grande auto-estima, são seguras, possuem um corpo que geralmente ajuda nos partos e nas gestações e se aceita como é. Consegue seduzir pela energia dos movimentos, pela beleza mas muito mais pela sua personalidade.



Já foi a época do feminismo, hoje vale ser uma mulher independente, segura e feminina. E isso a dança do ventre proporciona para você, essas mudanças mágicas, que parecem naturalmente, ao frequentar as aulas e só aparecem por ser uma dança que permite um encontro de você com você mesma:

Um encontro com o seu corpo, com a sua alma, um momento que no corre corre você não tem. 
Deixa disso de se igualar ao homem, a mulher é diferente dele e ainda bem!! Assim é possível existir o equilíbrio porque um completa o outro.

Mulher, se ame, se aceita, seja feminina... assim são as mulheres da Dança do Ventre!


3 comentários:

Rayara disse...

Zahira, adoro seu blog, mas acho que vc tá com uma ideia um pouco errada sobre feminismo... Não acho que o feminismo "já era", ainda faltam muitas conquistas para nós mulheres! É um movimento que só nos acrescenta (mais igualdade e poder de escolha), e na realidade não prega que mulheres não devem trabalhar com o corpo ou que não podem ser vaidosas (no sentido de gostar de se cuidar), mas sim que não devemos nos sentir obrigadas a isso, e sim fazer se for por prazer.

Beijão!

Zahira disse...

Oi Rayara, q bom q gosta do blog... então o movimento do feminismo apareceu com o objetivo de igualar as mulheres aos homens e isso gerou algumas controvérsias e equívocos. Na minha opinião é um movimento negativo, assim como o machismo porque são extremos. Porém é claro que trouxe os benefícios também, mas que vieram do bom senso e equilíbrio: independência, conquista do espaço, autonomia e etc.
Não sou contra isso e sim as posições radicais, as que rasgam o sutiã, pois essas falam que nós, bailarinas de dança do ventre vendemos o nosso corpo e contribuímos para a imagem da mulher objeto.
E isso não é verdade, foi isso que eu quis dizer, que nós da dança do ventre somos o equilíbrio, porque somos fortes, femininas e ao mesmo tempo autônomas, independentes e seguras.
Ok?
bjão

Rayara disse...

Zahira, acho que vc caiu numa confusão muito comum quando se trata de definição do feminismo. O feminismo não pode ser comparado ao machismo, pois enquanto o machismo prega a superioridade masculina, o feminismo prega a igualdade entre os sexos. Muita gente também acha que o feminismo é o contrário do machismo, como se pregasse a superioridade feminina. Na verdade, o nome dessa "corrente" é femismo. Vc já ouviu falar do Femen? Um grupo de "feministas" que muitas vezes mais parecem femistas...

Sendo bem sincera, não tenho como ver o feminismo negativo assim como o machismo. O machismo mata todos os dias, e o feminismo nunca matou ninguém. Desconfie de uma feminista que diga que você está sendo fútil por usar o corpo e propagar a imagem da mulher objeto, pois a Dança do Ventre é uma dança linda, maravilhosa, sensível. Provavelmente essa mulher que se entitula "feminista" tem muito o que aprender ainda.

Bjs!